CARLOS CALVET

Lisboa, 1928

Diplomado em Arquitectura pela Escola Superior de Belas-Artes do Porto. Trabalha em pintura desde 1944 e expõe desde 1947. Por finais dos anos 40 interessou-se vivamente pelo surrealismo, tendo participado na exposição “Os Surrealistas”, no Salão Pathé Baby, Lisboa, 1949. Além da pintura e da arquitectura, interessa-se por outras áreas, como a fotografia e o cinema. Encontra-se representado em diversas colecções, entre as quais se destacam o Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, o Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, a Fundação Serralves e a Colecção Berardo. De 1959 até hoje, realizou 36 exposições individuais e participou em mais de meia centena de exposições colectivas, em Portugal e no estrangeiro.

.