FERNANDO DIREITO

Vila Nova de Foz Côa, 1944

Iniciou a sua carreira em Moçambique nos anos sessenta. Vive e trabalha em Lisboa. Os seus mais recentes trabalhos aprofundam uma reflexão sobre uma nova expressividade pictórica, entre o fauvismo primitivo e uma ideia matissiana da cor enquanto derradeira fonte de estímulos sensoriais.
Paralelamente à pintura, desenvolveu diversas actividades na área das artes gráficas.
Com várias exposições individuais, participou também em exposições colectivas e Feiras de Arte Contemporânea a nível nacional e internacional.
Está representado em várias colecções públicas e privadas.

Exposições (Resumo)

Casa Museu Bissaya Barreto, Coimbra – Galeria Valbom, Lisboa – Galeria Arthobler, Porto – Galeria Valbom, Lisboa – Galeria António Piné, Guarda – Galeria Municipal de Faro – Galeria Municipal, Tavira – Galeria 111, Porto – Salão Nobre da Câmara Municipal, Portimão – Arte Contemporânea Anos 60-90, Galeria 111, Lisboa – X Bienal Internacional do Desporto nas Belas Artes, Barcelona – Banco do Fomento e Exterior – III Exposição de Arte, Maputo – Exposição Inaugural da Sede do Parlamento Europeu, Lisboa – Colecção Frederik R. Weisman, Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa.

Coleções

Colecção Manuel de Brito, Imagens da Arte Portuguesa do séc. XX – Colecção Frederik R. Weisman – Colecção Banco Comercial Português – Colecção Banco do Fomento Exterior – Colecção Caixa Geral de Depósitos – Fundação Bissaya Barreto.
Está representado nas Embaixadas Portuguesas de Madrid, Paris, Atenas, Moscovo e Cidade do México. Está referenciado no Dicionário de Pintores e Escultores Portugueses.

Die spannung darf allerdings nur so hoch gewählt werden, dass die lampe deutlich, dies ausprobieren jedoch nicht mit maximaler helligkeit leuchtet